omo clonar um celular a distancia

Como clonar um celular a distância

Todos nós carregamos nossas informações mais sensíveis em nossos celulares – conversas, arquivos, fotos etc. Por isso, muitas pessoas desejam saber como clonar um celular a distância. Geralmente, são dois os motivos principais que levam à busca pela clonagem, e neste artigo explicaremos os melhores procedimentos para cada um deles.

O primeiro é realizar uma cópia das próprias informações. Quando carregamos muitas informações no celular, é interessante mantê-las também em outro lugar, assim não perdemos tudo caso o aparelho estrague ou seja roubado. Isso também é extremamente útil quando compramos um novo celular e desejamos manter todos os dados que tínhamos no antigo.

O segundo caso é daqueles que querem saber informações de outra pessoa, clonando o celular alheio. São pais que se preocupam com a segurança dos filhos, empresários que querem saber o que acontece nos celulares corporativos e até mesmo pessoas que desejam descobrir se estão sendo enganadas.

Método 1: Usando um aplicativo para clonar suas próprias informações

Como dissemos, a clonagem de celular é muito útil para prevenir a perda de dados quando somos roubados ou o aparelho estraga. Além disso, facilita muito a nossa vida quando trocamos de celular e queremos passar tudo de um aparelho para outro.

Pensando nisso, existem vários aplicativos feitos para clonar o próprio celular. No caso de passar as informações de um aparelho para outro, você precisará ter os dois celulares no momento da clonagem.

Depois disso, você deverá escolher o software para realizar a clonagem. Os mais conceituados são o Cloneit e o Dr.Fone. O primeiro deles funciona em todos os sistemas operacionais, enquanto o segundo é funcional apenas em aparelhos que utilizam o sistema Android. Com Dr.Fone, você terá que instalá-lo no computador e utilizar o cabo do celular para transferir os dados.

como clonar um celular Já com o Cloneit, tudo isso é feito apenas através das redes de internet: basta que os dois aparelhos estejam conectados a mesmo Wi-fi, sendo necessário apenas instalar o app e escolher os dados que deseja clonar.

como clonar celular

Além desses softwares, também existem os métodos oficiais de clonagem oferecidos pelos sistemas operacionais, justamente para quem troca de aparelho e deseja transferir os dados. No iPhone, é possível fazer o Backup através de um computador com iTunes ou pela internet, com o iCloud. O Android também tem seus métodos próprios de backup.

Método 2: Usando o aplicativo de espionagem mSpy

Essa opção é mais recomendada para aqueles que desejam clonar as informações do celular de outra pessoa, mas também funciona perfeitamente para manter os próprios dados guardados de modo seguro. O mSpy é um aplicativo espião que tem um funcionamento muito simples:

    • Crie uma conta no mSpy

Crie uma conta no mSpy

    • Instale o app no aparelho que deseja clonar

nstale o app no aparelho que deseja clonar

  • Entre em sua central de controle através de outro celular ou computador
  • Depois disso, todas as informações do aparelho clonado serão mostradas a vocêinformações do aparelho clonado

Caso o aparelho que você está querendo clonar for Android, terá que ter o smartphone em mãos. Mas, se for um iPhone, você poderá clonar o celular a distância, já que só precisará das credenciais do iCloud.

Dissemos que é a opção perfeita para clonar um celular de outra pessoa porque ele foi feito especificamente para pais monitorarem o que os filhos fazem na internet. Dessa forma, o modo de utilizar é totalmente pensado no monitoramento, podendo ser utilizado também para outras situações.

Também por essa razão, o aplicativo age de maneira discreta. Uma vez instalado, ele permanece completamente invisível e indetectável no aparelho. Assim, caso seu objetivo seja clonar o celular de outra pessoa, terá a garantia de não ser descoberto.

> Baixar App para Clonar um Celular

Com este app, você poderá ver todas as mensagens trocadas em todos os aplicativos, a lista de contatos, as ligações feitas e recebidas, as fotos e vídeos, os arquivos baixados, os sites acessados e até mesmo a localização em tempo real do aparelho.

Além de ser muito útil no monitoramento, ele também pode ser usado no seu próprio aparelho. Dessa forma, você não precisará fazer backups constantes, já que todas as informações são salvas em tempo real na central de controle, permitindo acesso imediato. Assim, se o seu celular for repentinamente roubado, por exemplo, você não perderá nada – e conseguirá até recuperá-lo sabendo a localização do aparelho.

Como descobrir se meu celular foi clonado

Você percebeu que é muito simples saber como clonar o celular de outra pessoa. Por isso, devemos ficar atentos aos sinais de que nosso próprio aparelho foi clonado por alguém, pois isso pode trazer sérios riscos às nossas informações pessoais, podendo acarretar em golpes e prejuízo financeiro, já que muito estão utilizando serviços bancários pelo smartphone.

Caso a pessoa tenha usado um aplicativo de forte segurança, como o mSpy, essa detecção é muito difícil. Mas, nem todos os apps de clonagem são tão seguros, então existem alguns sinais que podem ser percebidos:

  • Muitas ligações recebidas de números estranhos
  • Bateria do celular descarregando muito rapidamente
  • Celular esquentando demais
  • Celular executando ações sozinho, de maneira estranha
  • Acesso às suas contas de localizações desconhecidas
  • Dificuldade para fazer ligações
  • Celular repentinamente parando de executar ações básicas
  • Desaparecimento de informações e arquivos

Para evitar esse tipo de ação, é importante manter o sistema do seu aparelho constantemente atualizado. Embora alguns aplicativos de clonagem se adaptem às novas atualizações, alguns deles não possuem essa capacidade e podem ser detectados caso o aparelho esteja de acordo com os últimos upgrades de segurança.

O que fazer se meu celular foi clonado?

É muito difícil saber como agir quando percebemos que nosso celular foi clonado. Se a pessoa que nos clonou usou um app espião, ele está atrelado ao aparelho, e não ao número do telefone. Desta maneira, trocar o chip não adiantará nada. Nesses casos, a única solução será trocar o seu aparelho.

Em outros casos, a primeira coisa a ser feita é trocar o seu chip e seu número de telefone. Lembre-se de avisar todos os seus contatos da mudança, deixando-os cientes de que qualquer tentativa de contato feita a partir do antigo número, provavelmente, será falsa.

Ao perceber os sinais que listamos, também é de suma importância que você altere imediatamente todas as suas senhas usadas para acessar aplicativos, sites e redes sociais. Assim, caso alguém tenha descoberto suas credenciais na clonagem, essa pessoa perderá o acesso à sua conta.

Como os dados mais sensíveis que podemos ter no celular são os bancários, a recomendação é que você apague os aplicativos dos bancos do seu aparelho se perceber que ele foi clonado e só volte a realizar transações online assim que a situação estiver completamente resolvida.

Conclusão

Existem várias maneiras de clonar um celular, com uma grande variedade de softwares que atende as mais diversas necessidades de clonagem. Para aqueles que desejam apenas copiar um aparelho para outro, os programas de backup podem ser úteis, mas são um tanto complicados de usar e exigem um certo tempo para a transferência dos dados. Dependendo da quantidade de informação, isso pode demorar horas.

Utilizar o aplicativo espião mSpy é uma alternativa que cobre as diferentes razões para clonar um celular. Ele é capaz de fazer um backup do próprio aparelho de maneira efetiva e em tempo real, prevenindo perda de dados em caso de roubos, por exemplo.

Mas, se você chegou até aqui querendo saber como clonar celular de outra pessoa – seja para manter os seus filhos seguros, descobrir se está sendo enganado ou se os seus colaboradores estão fazendo bom uso dos aparelhos corporativos, não há dúvida alguma que a melhor maneira é realmente usar o mSpy.

Com ele, você conseguirá o acesso de maneira praticamente imediata a todas as informações que estão no celular. Além disso, continuará recebendo constantemente todos os novos dados e as informações relativas ao uso do aparelho, incluindo as mensagens trocadas em aplicativos, a localização e o histórico de navegação na internet.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *